Agendamento
Ligue e agende sua consulta.

Boa noite, seja bem vindo!

Especializada em tratamentos
de Coluna e Dor


Nossos Tratamentos

Hérnia de Disco

Hérnia de disco lombar

O disco intervertebral como o próprio nome já diz é a estrutura presente entre duas vertebras contiguas. Essa estrutura formada por duas vertebras e um disco recebe o nome de unidade motora da coluna. O disco tem a função de contribui na amplitude de movimento entre duas vértebras e absorver impactos axiais. Fatores hereditários são os que mais provocam hérnia de disco, no entanto traumas de repetição no trabalho e no esporte, traumas direto, o fumo e a idade avançada também são motivos de lesões degenerativas.

A coluna é dividida em 3 regiões (cervical, torácica e lombar), sendo a coluna torácica uma estrutura mais rígida pela presença do gradil costal e as colunas cervical e lombar mais móveis. Por serem mais móveis tanto a coluna cervical, quanto a coluna lombar estão sujeitas a cargas mecânicas (flexão / extensão / rotação) que contribuem para acelerar a degeneração discal ou causar um evento agudo traumático, estando mais suscetíveis a formação de hérnias discais. As hérnias discais ocorrem tanto pelo abaulamento do disco quanto pelo rompimento de sua parte externa (ânulo fibroso) com o extravasamento do material em seu interior (núcleo pulposo).

Porque a hérnia de disco causa dor?

O disco intervertebral é formado por uma parte interna, aquosa, de PH ácido e outra camada externa fibroelástica rica em terminações nervosas. O abaulamento do disco intervertebral pode causar dor tanto pela distensão das fibras nociceptivas presentes no ânulofibroso (podendo causar espasmo da musculatura paravertebral lombar ou cervical e dor irradiada), quanto pela compressão das estruturas nervosas (podendo causar dor irradiada para braços ou pernas dependendo do nível acometido).

A outra foram de dor seria pelo rompimento do ânulo fibroso com extravasamento do núcleo pulposo. Dessa forma a dor poderia ser causada tanto pela compressão que o ânulofibroso está exercendo sobre as estruturas nervosas quanto pela inflamação que o mesmo provoca no local, já que seu PH ácido causa uma irritação das estruturas nervosas quando em contato com o mesmo, fazendo com que as hérnias extrusas sejam geralmente mais sintomáticas que as hérnias protusas.

Tipos de hérnia de disco

  • Protrusas: quando a base de implantação sobre o disco de origem é maior que sua altura.
  • Extrusas: quando a base de implantação sobre o disco de origem é menor que a sua altura ou quando houver perda no contato do fragmento com o disco.
  • Sequestradas: quando um fragmento migra dentro do canal, para cima ou para baixo, perdendo sua continuidade com disco intervertebral.

Tratamento

O tratamento da hérnia discal depende do seu tamanho, local onde se encontra, grau de compressão neural e da função neurológica do paciente.

Na imensa maioria das vezes o tratamento inicial é conservador, sendo realizado através de terapia medicamentosa, repouso relativo nos primeiros dias, fisioterapia com a utilização de técnicas de eletroterapia, manipulação, calor local, alongamento e fortalecimento muscular. Após a melhora do quadro álgico inicial o paciente segue para um trabalho de fortalecimento mais intenso realizado que pode ser realizado no Pilates ou academia, dependendo da avaliação de cada caso.

O tratamento cirúrgico está indicado mediante a falha no tratamento conservador. E a remoção da hérnia discal pode ser realizado através da microdiscectomia aberta ou por via endoscópica.


Discectomia Endoscópica





Uberlândia-MG Instituto Integrado de Ortopedia e Traumatologia
Rua Rafael Marino Neto, 600 - Sala 43
Bairro Jardim Karaíba

Araguari-MG Clínica Santa Marta, Sala 06 - Subsolo
Rua Rio Branco, 130

Telefone Uberlândia

Uberlândia-MG
(34) 3255-2777

Telefone Araguari

Araguari-MG
(34) 3513-2213
(34) 3246-8586

Redes Sociais

Dr. Alex Pereira Alves

Médico responsável
Dr. Alex Pereira Alves
CRM 47102